PLANOS DE ASSISTÊNCIA FAMILIAR

Com os planos da Organização Presidente, sua família contará com atendimento 24 horas para auxilia-lo e minimizar a preocupação de sua família no funeral de um ente querido.

 

O Plano de Assistência Funeral consiste em um plano Mensal, que oferece a seu titular e dependentes o direito a todo o serviço funeral completo com serviço de tanatopraxia que consiste na preparação do corpo como opcional e acesso ao nossos convênios com descontos na Odontologia Presidente, Médica Presidente e benefícios exclusivos com parceiros como Drogarias, Médicos, Exames , Laboratórios e muito mais. De acordo com o plano escolhido, você ainda conta com empréstimos de aparelhos de convalescentes, Velório e serviço de tanatopraxia. Nossos Planos Diamante, Ouro e Prata Inclui titular, esposa(o), filhos (as) solteiros menores de 35 anos, pai, mãe, sogro e sogra. Todos os nossos planos tem carência de 90 dias somente em casos de falecimento, os demais benefícios já podem ser usufruídos no ato á adesão.
Para melhor atende-los contamos com pontos de recebimento em nossa sede, na Farmácia do Walcheck, Farmacia do Eldorado em Presidente Venceslau, Fábrica do Gean em Marabá Paulista e Sorveteria do Chico em Piquerobi.

Nossos Planos

Plano Diamante

Tranquilidade não tem preço. Com o Plano Diamante, sua família conta com a cobertura mais abrangente e a maior gama de benefícios oferecidos.

BENEFÍCIOS
  • Urna envernizada com varão e sobre tampo luxo
  • 01 Coroa flores naturais
  • Ornamentação da urna com flores disponíveis
  • Carro de cortejo fúnebre dentro município
  • 02 vasos flores
  • Translado 400Km (ida e volta )
  • Empréstimo de Aparelhos para convalescentes
  • Velório Memorial Presidente nas salas 3 e 4 (com espaço reservado para descanso e kit café) somente em nosso próprio Velório
  • Empréstimo de aparelhos para convalescente por 30 dias sem custo
  • Tanatopraxia
  • Convênios Médicos/ Odontológicos e Exames.

Para Contratar preencha campos abaixo


Plano Ouro

A vida é cheia de surpresas para quem não se planeja.
Com o Plano Ouro você e sua família contam com benefícios que garantem uma maior estabilidade nos momentos difíceis.

BENEFÍCIOS
  • Urna envernizada luxo
  • Ornamentação da urna com flores disponíveis
  • Carro cortejo fúnebre dentro do município
  • 02 vasos flores
  • 01 Coroa flores naturais
  • Translado 200 Km ( ida e volta )
  • Velório Memorial Presidente sala 1 e 2
  • Empréstimo de Aparelhos para convalescentes
  • Convênio Médicos/Odontológicos e Exames.
  • Tanatopraxia

Para Contratar preencha campos abaixo


Plano Prata

Com o Plano Prata você e sua família tem a certeza da tranquilidade no futuro.

BENEFÍCIOS
  • Urna envernizada
  • Ornamentação da urna com flores disponíveis
  • Carro cortejo fúnebre dentro do município
  • 02 vasos flores
  • Translado 100 Km ( ida e volta )
  • Velório Memorial Presidente sala 1 e 2
  • Aluguél de aparelhos a convalescentes

Para Contratar preencha campos abaixo


Apoio ao Convalescente


Oferecemos à disposição dos conveniados o empréstimo de equipamentos especiais aos enfermos convalescentes, como: Cadeira de Rodas, Cadeira de Banho, Muletas, Bengalas, e Andador.

Translados


Cuidamos de todo o transporte do seu ente querido de uma localidade para outra. Realizando o traslado para o Tanatório e/ou velório. Também realizamos o enterro em forma de cortejo, quando o falecido é retirado do local onde está sendo velado e é transportado para onde será sepultado ou cremado. Os planos da Organização Presidente contam com traslado em todo o território nacional.

Translados Aéreo

Documentos Necessários Para Translado Nacional

  • RG (do falecido);
  • Certidão de Óbito;
  • Guia da Polícia Civil;
  • Guia de Traslado da Polícia Federal;
  • Termo de embalsamento;
  • Documento da Vigilância Sanitária.

Documentos Necessários Para Translado Internacional

  • Documentos de Liberação do Consulado;
  • Documentos de Liberação da Policia Federal;
  • Documentos da Vigilância Sanitária;
  • Documentos da Receita Federal;
  • Documentos da Policia Civil;
  • Companhia Aérea.
Obs: Para os Consulados Italiano e Holandês, se faz necessário o atestado de doença não infecto-contagiosa.

Para maiores informações, procure a Organização Presidente (18) 3271-1500

Tanatopraxia / Embalsamento

As diferenças fundamentais existentes entre Embalsamamento e Tanatopraxia são de:
1. Ausência de evisceração (as vísceras são mantidas nas próprias cavidades);
2. Metodologia (utilização de equipamentos modernos apropriados para injeção e aspiração);
3. Diferentes produtos químicos (testados cientificamente) empregados neste último processo.
Embalsamar é a arte de preservar um corpo por um longo período para velórios com mais de 24 horas de duração.
Embalsamamento é o nome dado ao tratamento de um corpo morto para esterilizá-lo ou protegê-lo da decomposição. Sua técnica, originada dos egípcios, utiliza a retirada de órgãos e a inserção de fluídos embalsamadores. É obrigatório para viagens aéreas nacionais e internacionais.
Amplamente difundida em todo Brasil, um exemplo recente da tanatopraxia foi realizada no corpo do Papa João Paulo II, permitindo que as homenagens ao pontífice pudessem ser realizadas por um longo período, conforme programado para essas ocasiões.
Dentro do procedimento é realizada a troca de fluídos sanguíneos, por líquidos conservantes e desinfetantes que devolvem a aparência natural do corpo, evitando extravasamento de líquidos, inchaço e garantindo um aspecto semelhante ao que apresentava em vida. Tem por objetivo, ainda, evitar a propagação de moléstias contagiosas e doenças para a comunidade, visto que com essa preparação o corpo recebe um tratamento especial com substâncias germicidas. Através da tanatopraxia, é possível realizar a restauração facial e do corpo em caso de acidente; permitir que a família possa permanecer mais tempo no velório; ou mesmo para que o corpo possa ser transportado a grandes distâncias para o enterro, bem como para cumprir com as determinações legais para o traslado.

Exumação

É a retirada dos restos mortais humanos da sepultura, mediante autorização judicial, que pode acontecer por:

Reaproveitamento do espaço do jazigo – permitindo uma nova ocupação na sepultura. Esse procedimento possibilita maior disponibilidade de gavetas nos jazigos, onde, a cada novo sepultamento, a família pode solicitar ao cemitério a exumação da pessoa sepultada anteriormente, preservando os restos mortais em uma urna menor e, dessa forma, cedendo espaço para um novo sepultamento no mesmo jazigo.
Mudança de cemitério – quando os restos mortais são desenterrados para que haja a mudança de um cemitério para outro (traslado). Nesta situação, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária permite que os procedimentos sejam realizados em um período mínimo de três anos, contados a partir da data do falecimento (Artigo 113 do Decreto 3707/70). Tempo presumível de consumação dos tecidos humanos. Existem alguns casos, onde, mesmo dentro deste prazo, não é possível realizar a exumação, pois dependem de certos fatores, como causa da morte, tipo de sepultura, tratamentos médicos pré-falecimento, entre outros.
Determinação Judicial – para casos de teste de paternidade, através do exame de DNA e investigações policiais que necessitem de novo laudo médico. Nestes casos, a exumação pode ser realizada em qualquer período, desde que esteja acompanhada pelas autoridades relacionadas ao caso em questão.

Pensão por Morte

Os dependentes do segurado da Previdência podem solicitar a pensão por morte pela Internet ou através do fone: 135.
Por meio deste serviço, o dependente pode se cadastrar, requerer a pensão e escolher a Agência da Previdência Social para a qual deve ser encaminhada a Certidão de Óbito e os demais documentos necessários para a liberação do benefício. O serviço tem a finalidade de tornar mais rápida a concessão da pensão, facilitando os procedimentos para requerê-la. O requerimento por meio eletrônico deve ser efetuado em um período de até 12 meses da data do óbito.
Os dependentes podem ser de dois tipos: ”preferênciais” e ”demais dependentes”. A Previdência considera preferenciais o cônjuge, o(a) companheiro(a), homossexual ou não; e o filho não emancipado, de qualquer condição, menor de 21 anos ou inválido. Os dependentes preferenciais não precisam comprovar a dependência econômica. Em contrapartida, o companheira(o), homossexual ou não, deve comprovar a união estável.
Os ”demais dependentes” são divididos em duas classes. Na primeira delas, estão incluídos os pais; e na segunda, o irmão, não emancipado, de qualquer condição, menor de 21 anos ou inválido. É exigida deles a comprovação de dependência econômica, além da inexistência de dependentes preferenciais para que possam receber a pensão por morte.
Pensão por morte é um benefício concedido pelo Ministério da Previdência e Assistência Social. Têm direito a ele os dependentes do segurado que falecer, inclusive por acidente de trabalho. A Previdência Social não exige carência (tempo mínimo de contribuição), entretanto, o óbito deve ter ocorrido enquanto o empregado ou o trabalhador avulso estivesse preenchendo os requisitos de segurado. Além disso, é necessário que o dependente comprove essa condição na data do óbito.

Seguro DPVAT

O atendimento às vítimas e beneficiários é feito por extensa rede distribuída em todo o território nacional: Central de Atendimento DPVAT (0800-221204), que atende gratuitamente ligações de todo o Brasil, de 2ª a 6ª feira, no horário de 8h às 20h, e aos sábados das 9h às 15h.
O Seguro DPVAT, a partir de janeiro de 2008, passou a ser administrado pela Seguradora Líder dos Consórcios do Seguro DPVAT, criada em atendimento ao estabelecido pela Resolução 154/06 do Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP). A Seguradora Líder DPVAT integra os Consórcios do Seguro DPVAT e tem a missão de administrar e representar o grupo de seguradoras que operam esta modalidade de seguro, tendo como principal objetivo facilitar o acesso da população ao Seguro DPVAT, adotando na gestão de seus recursos os mais modernos mecanismos de governança corporativa e as mais atuais técnicas administrativas do mercado segurador.

O Seguro DPVAT oferece três coberturas: • Morte decorrente de acidente envolvendo veículos automotores de via terrestre ou cargas transportadas por esses veículos; • Invalidez permanente total ou parcial decorrente de acidente envolvendo veículos automotores de via terrestre ou cargas transportadas por esses veículos. O valor da indenização é calculado com base no percentual de invalidez permanente enquadrado na tabela de Normas de Acidentes Pessoais. Para esse efeito, leva-se em consideração o laudo médico emitido ao fim do tratamento e, conforme a necessidade, o laudo pericial; • Despesas de assistência médica e suplementares (DAMS) decorrentes de tratamento realizado, sob orientação médica, por motivo de acidente envolvendo veículos automotores de via terrestre ou por cargas transportadas por esses veículos. A cobertura de DAMS prevê o reembolso de despesas devidamente comprovadas.
Obs: É importante que a família do falecido esteja em alerta a ação de terceiros, que oferecem a realização do funeral a partir do Seguro DPVAT, porém cobrando valores indevidos e causando prejuízos futuros.

Procure sempre uma funerária de confiança.

O Seguro DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) é um seguro que indeniza vítimas de acidentes causados por veículos que têm motor próprio (automotores) e circulam por terra ou por asfalto (vias terrestres). A obrigatoriedade do pagamento garante às vítimas de acidentes com veículos o recebimento de indenizações, ainda que os responsáveis pelos acidentes não arquem com essa responsabilidade.
O Seguro Obrigatório DPVAT foi criado pela Lei 6.194, de 19.12.1974, com o objetivo de garantir às vítimas de acidentes causados por veículos, ou por suas cargas, indenizações em caso de morte e invalidez permanente, e o reembolso de despesas médicas. As indenizações do DPVAT são pagas independentemente de apuração de culpa, da identificação do veículo ou de outras apurações, desde que haja vítimas, transportadas ou não. O Seguro determina que todos os veículos automotores de via terrestre, sem exceção, paguem o DPVAT.

Dúvidas Frequente